Debruçar-nos-emos num primeiro momento sobre a atividade apologética em si, levando o aluno a reflectir sobre essa dimensão da defesa e explicação da fé (noções básicas, fundamentos, desenvolvimentos históricos, conflitos internos da disciplina e suas oportunidades), de modo a preparar-se para o seu exercício consciente dos fundamentos teológicos que a sustenta. De seguida, estudaremos a relação entre Apologética e proclamação do Evangelho a partir dos diversos pontos de contacto contemporâneos e dos obstáculos culturais que interferem na receptividade daquele. Seguir-se-á uma segunda parte do programa, onde se aprofundará o exercício da defesa da fé diante de temáticas fundamentais para a atualidade, confrontando a mundividência cristã com perspetivas antagónicas à mesma e preparando o aluno para o diálogo com a sociedade que o rodeia na vivência da sua fé.

Esta disciplina visa estimular uma acurada análise do fenómeno religioso no país e do cristianismo em particular, familiarizando o aluno com as raízes e ambientes históricos e culturais da espiritualidade cristã contemporânea mediante o estudo do catolicismo e protestantismo portugueses. A compreensão histórica surge acompanhada da análise da situação atual principalmente nos casos onde as diversas comunidades de fé ou instituições daí derivadas demonstrem uma relevante conexão com a sociedade portuguesa, despertando os alunos para a urgência de uma atitude integradora entre fé e sociedade, buscando o discipulado da nação e a redenção das estruturas sociais.